domingo, 26 de setembro de 2010

ENIGMAS DA HUMANIDADE



 1              
Sou brincalhão, sou feliz
E passo a vida sorrindo...
Só não consigo entender
Porque alguém nos acorda
Para perguntar se estávamos dormindo?...

2
Nesse mundo grandioso
Existe bastante coisa que falha...
Mais não consigo entender
Se após o banho estamos limpos
Então!!! Porque lavamos as toalhas?...

3
As vezes sinto cansaço
Quando faço muito esforço...
Na euforia do prazer
Faço questão de saber
Porque pijamas tem bolso?...

4
Existem situações
Onde não deve haver segredos...
Eis que surge outro enigma
Se todo vinho é líquido
Como poderá ser seco?...

5
Concordo com as mulheres
Quanto a beleza e conforto...
Porém, gostaria de saber
Porque as mulheres abrem a boca
Quando passam creme no rosto?...


Continua...

2 comentários:

  1. HahHhHahahahaha!

    Amei ler este poema, rico em indagações
    zen, por que é que as mulheres abrem a boca
    quando passam creme no rosto ...
    O poeta dá aquela bordoada do mestre do
    mosteiro quando o monge se distrai na
    meditação, perguntinha de nada,
    poesia insidiosa, denunciando o alheamento
    dos sentidos.

    Parabéns por seu imenso bom humor poético.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pelo carinho e pelas belíssimas palavras...

    ResponderExcluir