sábado, 11 de setembro de 2010

BONS FLUÍDOS












BONS FLUÍDOS

Sinto você em mim
Nos instantes de divergências...
Nas horas amarguradas...
Nos momentos de pesadelos...
Nos dias da vida tristes, angustiantes...
Nos acontecimentos conflitantes...

Consola-me
Vejo-te amarela, frágil, sem ação...
Tremulas estão as suas mãos...
Sinto-me dentro dos seus olhos
Pois os mesmos evidenciam
A transmissão dos seus bons fluídos...

Sinto você em mim
Numa hora de reflexão...
Num momento de descontração...
Num minuto de sabedoria...
Numa mensagem de paz...
Num dia tão somente regado de alegria...

Complico, descomplico, não explico...
Faço, desfaço, logo disfarço...
No silêncio triste do coração
Distante do sim, perante ao não
Sinto você completamente em mim
Hoje, amanhã e nos dias que ainda virão...

Autor: Manoel Carlos Alves - São Paulo = Brasil
Poemas & Poesias;  http://inkdesignerstampas.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário